Bitpreço fica em 2° lugar entre as Plataformas com menores taxas do mercado

É importante se atentar aos custos que envolvem a compra e venda de criptomoedas. Por ser uma intermediadora, a exchange pode te cobrar taxas de depósito, negociação e saque. Nesse quesito, as exchanges brasileiras mais baratas são a BitBlue, a BitPreço e a Modiax.

Embora não seja muito comum, algumas exchanges cobram taxas de depósito, assim que você transfere reais para a conta delas. Em minha pesquisa, encontrei somente 2 exchanges que se enquadram nesse caso, e a taxa cobrada pode ser em um percentual do valor do depósito ou em um valor fixo. Também são cobradas taxas de saque de criptomoedas, mas o valor destas, na maioria dos casos, não é destinado às exchanges e, por isso, não foi considerado.

Já as taxas de negociação nas exchanges brasileiras podem variar de acordo com o tipo de ordem*executada. Geralmente, as taxas para ordens ativas são maiores que as taxas para ordens passivas, porque o usuário executa a sua ordem instantaneamente nesse caso.

*Quais são os tipos de ordens em uma exchange? Você precisa enviar ordens de compra e venda para negociar criptomoedas. Existem diversos forma de se fazer isso, mas a maioria das exchanges brasileiras oferece 2 tipos: ativa e passiva. Ordem ativa (ou taker) é quando o usuário compra ou vende instantaneamente, executando as primeiras ordens disponíveis no livro de ofertas. Ordem passiva (ou maker) é quando o usuário define um preço menor (no caso de compra) ou maior (no caso de venda) que o preço de mercado, e sua ordem fica à espera de ser executada no livro de ofertas.

Outro custo importante para se analisar ao escolher uma exchange é o custo de retirada dos valores em reais. Depois que você vender sua posição em criptomoedas, você poderá solicitar um saque do seu saldo em reais para a sua conta bancária, e é aí que muitas exchanges faturam – fontes afirmam que até 80% do faturamento de uma exchange podem vir dessa taxa. As taxas de saque em reais também podem ser em um percentual ou em um valor fixo. Algumas delas cobrem a taxa de TED para transferências a outros bancos, enquanto outras repassam esse custo ao cliente.

Certas exchanges, como a BitPreço, podem oferecer um modelo de taxas diferente, com a cobrança de um valor percentual sobre o preço final de compra ou venda em determinado momento. Tais formas de cobrança diferentes não foram consideradas nesta análise, pois coletei apenas os valores de taxas anunciadas pelas próprias exchanges em seus sites.

O valor da taxa de TED foi considerado para todas as exchanges aqui analisadas. Partindo do pressuposto de que o saque seria para um banco em que a exchange não possui conta, o custo da TED está envolvido, seja para a corretora ou para o cliente. Por isso, exchanges que repassam o custo da TED aos seus clientes foram consideradas mais caras. Isso, por um lado, desconsidera o fato de que muitos investidores podem preferir operar em plataformas que deem suporte aos seus bancos, mas padroniza a comparação entre diferentes plataformas.

Uma vez que as taxas cobradas podem ser valores percentuais ou fixos, é interessante comparar diferentes valores de investimento. Para investimentos menores, valores fixos podem ter impactos maiores na taxa final, e quanto maior o valor aplicado maior é o impacto em reais das taxas percentuais.

Por isso, comparei 3 valores de investimento distintos: R$100, para investidores iniciantes; R$1.000, para investidores médios; e R$10.000, para investidores avançados. A ilustração abaixo evidencia tais diferenças:

Na ilustração, a taxa total e a taxa de saque em reais correspondem ao eixo esquerdo, enquanto as taxas de ordem passiva e ativa estão evidenciadas no eixo direito.

Para verificar qual exchange possui melhores taxas para cada perfil de investidor, comparei 5 variáveis: as taxas de depósito; as taxas de ordens ativas; as taxas de ordens passivas; as taxas de saque em reais; e o total de taxas envolvidas no processo completo. Para a taxa total, considerei um depósito em reais, uma compra de bitcoins de forma passiva, uma venda de bitcoins de forma ativa e um saque em reais para um banco não conveniado.

Assim, para cada variável, pude classificar as exchanges de acordo com as que oferecessem o menor valor de taxa para operações de R$100, R$1.000 e R$10.000. Atribuindo uma nota de 1 a 5 para elas, pude obter uma média dessa nota para chegar no ranking geral do início do artigo.

Para investidores iniciantes

A partir de R$100, você pode fazer depósitos na maioria das exchanges brasileiras. Nesse caso, é importante se atentar às taxas fixas em reais cobradas. Exchanges que cobram taxas em reais de depósito e de saque são as mais caras para investimentos mais baixos. Por isso, se você é um investidor iniciante que busca taxas menores, priorize exchanges que não cobram taxas de TED, por exemplo. A Modiax, a BitRecife e a FlowBTCsão as melhores opções para esse caso, mesmo que suas taxas de ordens ativas e passivas sejam um pouco maiores que outras.

Para investidores médios

Se você deseja investir um pouco mais, não precisa se importar tanto com taxas fixas de retirada. O valor não será tão superior às taxas de ordens de negociação, e é nelas que você deverá focar para buscar a exchange mais barata. Se você quiser investir R$1.000, as exchanges BitBlueBitPreço e Modiax são as mais baratas para isso. As taxas zeradas de negociação das duas primeiras as favorecem em relação às demais.

Para investidores avançados

Com um investimento de R$10.000, não apenas as taxas fixas de retirada deixam de causar tanto impacto, mas as taxas de depósito também. Taxas zero de negociação continuam fazendo a diferença nesse caso, e você deve priorizar essa variável ainda mais se for realizar trades mais de uma vez. Se você é um investidor avançado, escolha a BitBlue, a BitPreço e a Profitfy  para isso.

Seja você um investidor iniciante ou um investidor avançado, se você procura taxas baixas na hora de escolher uma exchange, agora você já sabe quais são as melhores!

Para ver a matéria completa acesse: Passfolio

BitPreço é um marketplace que conecta várias exchanges, em um só lugar, buscando sempre o Melhor Preço para você comprar ou vender seus Bitcoins.

Com apenas um clique, você pode negociar com outras corretoras diretamente em nossa plataforma, poupando o tempo de cadastrar-se, enviar documentação, fazer depósitos, aguardar aprovação e gastar uma eternidade para comprar em diferentes lugares.

Acesse: bitPreço.com

Top de criptomoeda mais influentes

Embora o Bitcoin (BTC) tenha conseguido manter o seu domínio em todo o mercado de baixa, estamos vendo algumas grandes criptomoedas superarem isso. Isso mostra que o mercado começou a favorecer algumas moedas e desconsiderar outras.

Acreditamos que algumas criptomoedas podem acabar mesmo antes do Bitcoin. Devido a isso, é necessário ser seletivo sobre moedas, se alguém quiser colher os benefícios.

Quando grandes empresas e exchanges de investimentos tradicionais se preparam para mergulhar, é uma indicação da demanda subjacente. Portanto, esperamos um maior envolvimento dos maiores participantes que estão esperando nos bastidores.

O mercado de urso é um momento difícil para os investidores em termos de preços. Mas também é um período em que os fundamentos melhoram e, finalmente, levam os preços para fora da fase de suporte.

Acreditamos que, desde o ano passado, os fundamentos da classe de ativos de criptomoedas têm melhorado, e é apenas uma questão de tempo até que os preços reflitam essa melhora. Todo mercado em alta tem seus líderes e queremos identificar as criptomoedas que podem levar o próximo movimento para cima.

LTC/USD

O criador de Litecoin (LTC), Charlie Lee, quer tornar a criptomoeda mais “fungível”. Ele planeja adicionar transações confidenciais através de um fork suave. A atualização está prevista para o final deste ano.

A recompensa do bloco do Litecoin será reduzida pela metade e a mudança está programada para acontecer no início de agosto. O analista e operador de criptos, Moon Overlord, twittou que a moeda digital havia chegado ao fundo há aproximadamente 200 dias antes de sua queda pela metade na recompensa, o que ocorreu em 2015, e o rali subsequente aconteceu aproximadamente dois anos após o evento.

Se a história se repetir, a moeda virtual pode ter chegado ao fundo e poderia manter uma tendência de alta nos próximos dois anos. Embora seja uma boa observação, acreditamos que a situação atual é significativamente diferente de 2015, portanto, é improvável que ocorram repetições de eventos vistos anteriormente.

Ben Askren, um artista marcial do Ultimate Fighting Championship (UFC), twittou um vídeo em favor de criptomoedas e Litecoin, o que deve ajudar a dar maior visibilidade à criptomoeda.

LTC/USD

Após a quebra do suporte em US$ 47.246 em meados de novembro do ano passado, o par LTC/USD encontrou suporte em US$ 23.090. Os bulls têm tentado empurrar o preço para o alto, mas enfrentaram vendas perto da marca de US$ 40.

Se a zona de resistência de sobrecarga de US$ 40 a US$ 47.246 for dimensionada, antecipamos o início de uma nova tendência de alta. Quanto mais tempo o par permanecer dentro de um intervalo, mais forte será a fuga final. As metas a serem observadas no lado positivo são US$ 65,561 e acima de US$ 69,279.

No entanto, se a moeda digital cair abaixo de qualquer uma das resistências suspensas e cair abaixo de US$ 23.090, a tendência de baixa será retomada. Esperamos que a ação do limite de alcance atual continue por mais alguns dias antes de uma mudança decisiva para cima ou para baixo.

BNB/USD

A cripto exchange Binance firmou uma parceria com a empresa de processamento de pagamentos Simplex para oferecer a seus clientes a capacidade de comprar moedas criptografadas com cartões de crédito. A empresa concluiu a venda de tokens BitTorrent (BTT) em menos de 15 minutos, o que mostra uma forte demanda subjacente.

A Binance Coin pode entrar nas dez principais criptomoedas por capitalização de mercado? Vamos descobrir.

BNB/USD

Nossa sugestão de compra em um fechamento de 24 horas acima do canal descendente não foi acionada. Como a EMA de 20 semanas está um pouco acima do canal, recomendamos que os comerciantes esperem por um fechamento acima da EMA de 20 semanas antes de entrar em posições longas.

Uma fuga e fechamento acima do canal descendente confirma uma mudança na tendência. Após a fuga, o par BNB/USD pode iniciar uma nova tendência de alta ou entrar em uma consolidação. No caso de uma tendência de alta, pode subir para US$ 12 e, acima disso, para US$ 15. No entanto, se uma consolidação ocorrer, esperamos que ela fique acima de US$ 5.4666.

Por outro lado, se os ursos baixarem o preço de volta para o canal, isso indicará fraqueza e um novo teste da baixa a US$ 4.1723848 será provável. Por isso, propomos um stop loss de US$ 5 após as posições longas serem iniciadas.

XRP/USD

Ripple (XRP) viu alguns movimentos selvagens nesta semana devido a várias notícias e rumores. A SWIFT, uma importante rede global de pagamentos bancários, anunciou planos para lançar um gateway de prova de conceito em parceria com a empresa de software blockchain R3.

Isso fez com que o rumor se agitasse, com alguns especulando que poderia eventualmente levar a algum tipo de ligação entre a Ripple e a SWIFT. Isso resultou em um pico acentuado no preço do XRP, que não sustentou por muito tempo.

A gigante financeira japonesa SBI Holdings também reconheceu o potencial da Ripple na remessa internacional. É hora de comprar a criptomoeda? Vamos analisar o gráfico.

XRP/USD

O par XRP/USD vem sendo negociado dentro do canal descendente desde o final de setembro do ano passado. Os touros estão tentando defender o apoio em US$ 0,27795. Ambas as médias móveis estão inclinadas para baixo, e o RSI está na zona negativa, o que mostra que os ursos têm a vantagem.

Se o preço cair e quebrar abaixo de US$ 0,27795, ele pode cair para a baixa anual de US$ 0,24508. Uma quebra abaixo da baixa anual retomará a tendência de baixa.

No entanto, se os bulls empurrarem o preço acima de US$ 0.45097, esperamos uma formação de double bottom que tenha uma meta padrão de US$ 0.62399. Acima deste nível, é provável uma mudança para US$ 0,7644.

BTC/USD

O atual mercado de baixa do Bitcoin (BTC) tornou-se o mais longo em seu curto histórico de negociações, superando a fase de pagamentos de 2013-2015. Um evento que pode alterar o curso do mercado de baixa é a aprovação de um fundo negociado em bolsa Bitcoin (ETF).

Poucos dias depois de retirar o seu pedido de ETF do Bitcoin, o CBOE (Chicago Board Options Exchange), juntamente com a empresa de investimento VanEck e a empresa de serviços financeiros SolidX, reenviou o pedido à Securities and Exchange Commission (SEC) dos Estados Unidos.

BTC/USD

O par BTC/USD tem sido negociado em pequenas faixas intra-semanais nas últimas três semanas. Isso mostra um equilíbrio entre os compradores e os vendedores. Após esse período de baixa volatilidade, prevemos que a atividade aumente dentro das próximas semanas.

Ambas as médias móveis estão caindo, e o RSI está no território negativo, o que indica que os ursos estão no comando. Se os bears reafirmarem sua supremacia e despencarem o par abaixo de US$ 3.236,09, a tendência de baixa será retomada. As metas a serem observadas no lado negativo são US$ 3.000, o que é um apoio psicológico e, abaixo dele, US$ 2.600.

Por outro lado, se o intervalo se expandir para o lado positivo e sair da linha de tendência de baixa, é provável que se mova para US$ 4.255 e, acima, para US$ 4.914,11. Depois de cruzar esse nível, o rali pode se estender para US$ 5.900, o que funcionará como uma grande resistência.

TRX/USD

TRX/USD

Depois de um mês forte, Tron (TRX) está respirando. O que o gráfico prevê?

O par TRX/USD acionou nossa recomendação de compra quando ela fechou as 24 horas acima do topo da faixa na semana passada. No entanto, ao contrário da nossa análise, os touros não conseguiram elevar o preço.

O par rapidamente desistiu de seus ganhos e caiu de volta para o intervalo. Se os bulls elevarem o preço acima do range e aumentarem a alta da semana anterior para US$ 0,03128011, podemos esperar que o rally atinja US$ 0,04, e se este nível também for ultrapassado, o movimento ascendente pode continuar para US$ 0,05218328.

Por outro lado, se os ursos afundarem a moeda digital abaixo de US$ 0,02352523, uma queda para o suporte do intervalo de US$ 0,0183 será provável. Portanto, sugerimos que os comerciantes mantenham seu stop loss em US$ 0,021.

Fonte: Cointelegraph

BitPreço é um marketplace que conecta várias exchanges, em um só lugar, buscando sempre o Melhor Preço para você comprar ou vender seus Bitcoins.

Com apenas um clique, você pode negociar com outras corretoras diretamente em nossa plataforma, poupando o tempo de cadastrar-se, enviar documentação, fazer depósitos, aguardar aprovação e gastar uma eternidade para comprar em diferentes lugares.

Acesse: bitPreço.com

Maior partido coreano pretende implementar blockchain para processos de membros

Um partido político conservador da Coreia do Sul, o Partido da Liberdade da Coreia (PLC), declarou seu objetivo de usar a tecnologia blockchain em quatro áreas principais, de acordo com um anúncio oficial publicado em 31 de janeiro.

O PLC, anteriormente conhecido como o Partido Saenuri, é atualmente o segundo maior partido dentro da legislatura nacional sul-coreana, ocupando mais de um terço dos 20 assentos da Assembleia Nacional. Em 2015, o PLC contava com mais de 3 milhões de membros.

O partido pretende entrar em uma nova era de democracia digital aberta, implementando a tecnologia blockchain, de acordo com seu comunicado de imprensa. A iniciativa visa tornar a informação mais transparente e construir “um novo sistema no qual cidadãos e membros do partido possam participar de maneira revolucionária”.

A versão continua:

“A blockchain, que é considerada uma das principais tecnologias da quarta revolução industrial, é uma tecnologia que permite aos usuários compartilhar dados e garantir a confiança mútua.”

A tecnologia Blockchain será implementada em quatro áreas principais. Um dos usos será registrar os resultados da reunião da assembleia central e local, com um segundo uso sendo o de para registrar e avaliar os principais indicadores de desempenho das atividades dos membros. O comunicado também menciona a possibilidade de fornecer tokens aos membros, mas não elabora como um sistema de tokens seria implementado nem seu propósito.

A terceira área na qual seria usada a tecnologia blockchain é o processo de votação para as eleições no partido, que envolverá um sistema on-line, baseado em blockchain, que permitirá anonimato, transparência e segurança, observa o anúncio. A blockchain também será usada para um sistema de petição, evitando assim a manipulação de comentários enviados por membros do grupo.

O governo sul-coreano iniciou recentemente um estudo sobre o potencial da tecnologia que pode ser usado na prática administrativa e política. Em julho do ano passado, um distrito administrativo no sudoeste do Seul   decorou o  “Sistema de Avaliação de Propostas” com o objetivo de melhorar a equidade nos processos de avaliação e de procedimentos administrativos.

Mais tarde, em novembro, o Ministério de Ciência e TIC da Coreia do Sul e a Comissão Nacional de Eleições anunciaram um plano para usar a tecnologia blockchain para um sistema de votação on-line, como mostrou a Cointelegraph em 28 de novembro.

E Finalmente há Passado MES, Yeongdeungpo-gu – hum bairro da capital de sul-coreana –  anunciou oficialmente o Inicio de hum Sistema de avaliação, com o Apoio da Tecnologia blockchain e visando o fortalecimento da Transparencia Administrativa.

Fonte: Cointelegraph

BitPreço é um marketplace que conecta várias exchanges, em um só lugar, buscando sempre o Melhor Preço para você comprar ou vender seus Bitcoins.

Com apenas um clique, você pode negociar com outras corretoras diretamente em nossa plataforma, poupando o tempo de cadastrar-se, enviar documentação, fazer depósitos, aguardar aprovação e gastar uma eternidade para comprar em diferentes lugares.

Acesse: bitPreço.com

Cinema brasileira começa a aceitar Bitcoin como forma de pagamento

Cinéfilos de Florianópolis já podem assistir aos seus filmes favoritos usando criptomoedas: o Cine Multi anunciou, em 28 de janeiro, que agora aceita Bitcoin ( BTC ) como meio de pagamento.

A novidade é fruto da parceria da sala de cinema com o Bancryp, empresa que pretende aumentar a circulação e o uso de criptomoedas no Brasil.

“Para o Cine Multi, ser pioneiro em um mercado inovador é um avanço imenso. Agora todos os clientes além de estarem em um ambiente agradável, também serão pioneiros a pagar um cinema com Bitcoins” disse Fernando Costa, proprietário do Cine Multi, em comunicado.

O número de empresas adotando as criptomoedas – em especial o Bitcoin – em suas soluções de pagamento é bastante grande no Brasil, o que tem gerado aumento no número de estabelecimentos que aceitam Bitcoins ou Altcoins.

Como mostrou o Cointelegraph, dois pontos na região da Avenida Paulista, principal centro financeiro da capital paulista, também já aceitam criptomoedas como meio de pagamento.

Fonte: Cointelegraph

BitPreço é um marketplace que conecta várias exchanges, em um só lugar, buscando sempre o Melhor Preço para você comprar ou vender seus Bitcoins.

Com apenas um clique, você pode negociar com outras corretoras diretamente em nossa plataforma, poupando o tempo de cadastrar-se, enviar documentação, fazer depósitos, aguardar aprovação e gastar uma eternidade para comprar em diferentes lugares.

Acesse: bitPreço.com

Maior banco da Bielorrússia pensa em abrir exchange cripto.


O Belarusbank, o maior banco da Bielorrússia, está considerando a criação de uma exchange cripto, informou a agência de notícias local BelTA em 28 de janeiro.

De acordo com o presidente do conselho do banco, Viktor Ananich, estão sendo feitos esforços para explorar a possibilidade de estabelecer uma exchange de criptomoedas.

Ananich afirmou que a lista é um dos focos mais importantes do Belarusbank em 2019, observando que o banco também está a funcionar com operadoras de telefonia móvel com o objetivo de “expandir seus serviços”. O Belarusbank ESTÁ especificamente  planejando  emitir CARTÕES Virtuais – CARTÕES de crédito on-line Ao invés de Físicos – em poucos meses, Como revelou Ananich.

O presidente enfatizou que o setor bancário deve acompanhar a indústria digital, já que o espaço está evoluindo muito rápido.

De propriedade do Comitê de Propriedade do Estado da Bielorrússia, o Belarusbank é a instituição bancária líder no país, de acordo com seu volume de patrimônio, ativos, empréstimos e depósitos. Estima-se que o Belarusbank tinha US$ 13,51 bilhões em ativos operacionais em 2017.

Em 15 de janeiro foi lançada na Bielorrússia a primeira plataforma de negociação de cripto que permite aos usuários comprar ativos tradicionais tokenizados, tais como ações e ouro, com criptomoedas.

O projeto é apoiado por duas empresas, a Larnabel Ventures e a VP Capital. Até 16 de janeiro, a plataforma teria emitido 150 tipos diferentes de tokens, enquanto as empresas esperam listar 10 mil tipos de ativos.

Em novembro de 2018, o Parque de Alta Tecnologia da Bielorrússia (HTP), que foi apelidado pelo Vale do Silício da Bielorrússia, com diversas regulações para o negócio relacionado a um cripto no país, incluindo empresas relacionadas a operações de oferta inicial de moedas ( ICO ).

Recentemente, a BitSTamp efetuou uma parceria com o banco on-line sobre a Dukascopy para a concretização de transações de Bitcoin ( BTC) sem nome do Dukascopy. De acordo com os termos do contrato, como as clientes podem enviar Bitcoins para suas contas, convertê-las em e negociar no Swiss FX Marketplace.

Em 21 de janeiro, o Banco Suíço Swiss Falcon Private Bank lançou um comunicado para transferir as chaves e os salões de alto risco, convertendo-os em críptico e fiduciário.

Fonte: Cointelegraph

BitPreço é um marketplace que conecta várias exchanges, em um só lugar, buscando sempre o Melhor Preço para você comprar ou vender seus Bitcoins.

Com apenas um clique, você pode negociar com outras corretoras diretamente em nossa plataforma, poupando o tempo de cadastrar-se, enviar documentação, fazer depósitos, aguardar aprovação e gastar uma eternidade para comprar em diferentes lugares.

Acesse: bitPreço.com

Aetna junta-se com a IBM em rede blockchain para setor de saúde

A Aetna, gigante dos planos de saúde sediada nos Estados Unidos, fez uma parceria com a IBM para criar uma rede blockchain adaptada ao setor de saúde, informou a Reuters em 24 de janeiro.

Atendendo a mais de 39 milhões de segurados em todo o mundo, a Aetna divulgou uma declaração conjunta com a IBM esclarecendo que o sistema blockchain será projetado para agilizar o processamento e pagamento de sinistros de seguros, bem como gerenciar diretórios. A gigante dos seguros também se fundiu recentemente com a empresa varejista de produtos farmacêuticos e de saúde CVS Health Corp.

Juntamente com a empresa americana de serviços financeiros PNC Bank, duas outras seguradoras de saúde – que juntas contam com mais de 55 milhões de membros – também participaram da iniciativa: a Health Care Service Corp., a quarta maior seguradora de saúde dos Estados Unidos, com mais de 15 milhões de membros e Anthem Inc., que fornece cobertura a mais de 40 milhões de pessoas nos EUA.

Chris Ward, executivo da unidade de gestão de tesouraria do PNC Bank, disse à Reuters que a implementação de uma solução blockchain pode “remover atrito, duplicação e custos administrativos que continuam a atormentar o setor”.

Espera-se que outros membros dos setores de saúde e tecnologia embarquem no projeto nos próximos meses, de acordo com o comunicado.

A Aetna faz parte de um grupo que inclui as principais seguradoras de saúde dos EUA que formou uma aliança no ano passado para testar soluções de blockchain para melhorar a integridade dos dados, a segurança e a eficiência de custos. A iniciativa também inclui a Ascension, líder da área de saúde sem fins lucrativos.

A tecnologia Blockchain continua a ganhar força no setor de saúde global, à medida que seguradoras, hospitais e outros profissionais do setor exploram seus benefícios para compartilhar, proteger e simplificar informações clínicas e outras relacionadas à saúde sensíveis.

Fonte: Cointelegraph

BitPreço é um marketplace que conecta várias exchanges, em um só lugar, buscando sempre o Melhor Preço para você comprar ou vender seus Bitcoins.

Com apenas um clique, você pode negociar com outras corretoras diretamente em nossa plataforma, poupando o tempo de cadastrar-se, enviar documentação, fazer depósitos, aguardar aprovação e gastar uma eternidade para comprar em diferentes lugares.

Acesse: bitPreço.com

Segunda maior bolsa de valores da Alemanha e SolarisBank fazem parceria para lançar exchange cripto

O SolarisBank e o Stuttgart Exchange Group estão desenvolvendo em conjunto infra-estrutura para uma exchange cripto, relata a Cointelegraph Germany em 12 de dezembro.

A Bolsa de Stuttgart, fundada em 1860, é a segunda maior bolsa de valores da Alemanha e a nona maior da Europa. O SolarisBank, por outro lado, é uma empresa fintech alemã estabelecida em 2015 que detém uma licença bancária e oferece um serviço “Banking as a Platform”.

Esta notícia acompanha os planos anunciados pela bolsa em maio para liberar um aplicativo de comércio de criptografia de taxa zero.

A exchange cripto das duas empresas, “que deverá ser lançada no primeiro semestre de 2019”, terá o SolarisBank como plataforma bancária da exchange.

Roland Folz, CEO do SolarisBank, declarou que “uma plataforma de negociação confiável e eficiente é uma contribuição elementar para [sua] visão de um mundo financeiro híbrido com fiduciário e criptomoedas”.

comunicado de imprensa observa que Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) estarão disponíveis para negociação na bolsa tanto por investidores varejistas quanto institucionais. Além disso, uma plataforma da ICO, anunciada em agosto, está em desenvolvimento para a exchange. Os tokens introduzidos na plataforma serão comercializáveis ​​nos mercados secundários também.

Este projeto faz parte da iniciativa “Blockchain Factory” do SolarisBank, que oferece aos seus clientes contas especializadas para empresas de blockchain.

Como o portal Cointelegraph informou em abril, a VPE WertpapierhandelsBank AG (VPE), um banco alemão de valores mobiliários, também fez parceria com o SolarisBank. O objetivo da parceria é lançar um serviço de exchange de criptomoedas para investidores institucionais.

A Bitwala, uma startup alemã de bancos de cripto operada pelo Solaris Bank, também informou hoje que abriu para negócios com 40.000 clientes pré-cadastrados que terão acesso às contas de depósito em Bitcoin e euro.

Usando a licença bancária do Solaris Bank, os fundos do euro serão protegidos até um montante de 100.000 euros e serão supervisionados pelos dois reguladores bancários da Alemanha – BaFin e Bundesbank.

Fonte: Cointelegraph

BitPreço é um marketplace que conecta várias exchanges, em um só lugar, buscando sempre o Melhor Preço para você comprar ou vender seus Bitcoins.

Com apenas um clique, você pode negociar com outras corretoras diretamente em nossa plataforma, poupando o tempo de cadastrar-se, enviar documentação, fazer depósitos, aguardar aprovação e gastar uma eternidade para comprar em diferentes lugares.

Acesse: bitPreço.com