Depósito e saque de Reais em exchange de Bitcoin terá imposto de 0,4% em proposta de Bolsonaro e Guedes

Taxa de Bitcoin está traçando uma reversão de alta como Altcoins Surge

O Cointelegraph vem acompanhando como a nova proposta do Governo Federal de ‘recriar’ a CPMF, um imposto extinto em 2007, pode afetar o mercado de bitcoin e criptomoedas no Brasil. Segundo reportagem publicada hoje, 11 de setembro, pelo portal G1, depósitos em reias para compra de criptoativos no Brasil terão uma aliquota de 0,4%.

A reportagem conversou com o secretário-adjunto da Receita Federal, Marcelo de Sousa Silva, que apresentou as alíquotas em estudo pelo governo federal em torno a criação de um novo imposto único para o Brasil que terá como finalidade ‘compensar’ as desonerações de encargos trabalhistas.

De acordo com Silva, cada saque e cada depósito em dinheiro deverá ser taxado com uma alíquota inicial de 0,40%. Já as operações nos cartões de débito e de crédito deve ser submetida a uma alíquota de 0,20%.

A medida impacta o mercado de criptoativos diretamente pois, para comprar Bitcoin e criptomoedas em exchanges grande parte dos usuários realiza operações de depósito em Reais, sejam elas via TED, DOC ou transferência entre contas. Estas operações, se o imposto for aprovado, serão taxadas em 0,40%.

Transações de compra e venda no mercado de P2P também serão afetados, afinal, estas também envolvem transferência de valores entre contas.

Cartões pré-pagos que operam com criptoativos como é o caso da Atar, Uzzo e Alterbank também pagaram uma taxa em suas operações, no caso, 0,2%. Desta forma, além dos impostos já embutidos nos produtos e que são pagos quando se adquire um item, o novo imposto proposto pelo Governo incide também sobre a própria transação financeira, incluindo, mais 0,2% de imposto no ato da compra.

A proposta que já vem sendo debatida e defendida pelo Ministro da Economia Paulo Guedes, foi apresentada durante o Fórum Nacional Tributário, organizado pelo SIndifisco Nacional. “É uma alíquota de 0,20% no débito e crédito para poder desonerar parcialmente a folha em algo equivalente a um FGTS [7%]”, disse o secretário-adjunto ao final do evento.

Como noticiou o Cointelegraph, a proposta do Ministro da Economia, Paulo Guedes, é taxar toda e qualquer transação financeira, seja o pagamento por serviços de streaming, itens em jogos ou compra e venda de Bitcoin e criptomoedas quando ocorrerem em moeda nacional. Segundo  o ministro o ITF, a depender da alíquota, pode arrecadar até R$ 150 bilhões por ano.

“[O ITF] é feio, é chato, mas arrecadou bem e por isso durou 13 anos (…) O que você prefere? Bota 0,2% aí, o FHC criou [a CPMF], arrecadou tão bem. O padre pagou, o traficante pagou, porque almoçou tá lá cobrando. Então vamos ter que escolher, cair o encargo trabalhista de 20% para 10%, 15%, com o imposto sobre movimentação junto. Vamos dar essa escolha para a sociedade. Como pego o Netflix, o Uber? Assim eu pego. Podemos arrecadar R$ 100 bilhões, R$ 150 bilhões e podemos criar também 5 milhões de empregos com a diminuição do encargo trabalhista”, afirmou Guedes.

Para mais informações, acesse:

Site: https://bitpreco.com
Facebook: https://www.facebook.com/BitPreco/
Twitter: https://twitter.com/BitPreco
Instagram: https://www.instagram.com/bitpreco/

Fonte:  https://br.cointelegraph.com

Próximo impulso pode levar Bitcoin para 11.600 dólares

O segundo dia da semana segue no mesmo clima de instabilidade para o Bitcoin. Enquanto o ativo pode oscilar positiva ou negativamente, previsões mais otimistas apontam que o ativo pode chegar a 11.600 dólares. Para isto, é necessário que a moeda mantenha-se nos cinco dígitos e consiga reverter o quadro de queda. No momento, entretanto, as perspectivas ainda são bastante incertas. Desta forma, as próximas horas serão decisivas para o futuro do BTC. 

O Bitcoin nesta terça-feira

Nas últimas horas, o ativo continuou perdendo seus valores. Entretanto, o Bitcoin ainda está na casa dos 10.200 dólares, e caso continue neste patamar as perspectivas indicam que pode haver uma nova alta em pouco tempo. Em preparativos para fazer transações com a criptomoeda, a Bakkt anunciou no Twitter um seguro de 125 milhões de dólares para a quantidade de BTC que tem armazenado. Naturalmente, o fato impactou no preço do ativo.

Tanto o mercado quanto os analistas estão aguardando para ver qual será o comportamento da criptomoeda ao longo do mês. Porém, devido as suas recentes perdas, seu valor chave de resistência sofreu uma diminuição significativa, de 10.900 para 10.329 dólares. De acordo com os especialistas, caso o Bitcoin consiga superar esta barreira inicial, as perspectivas são de que seus preços sejam impulsionados para a casa dos 11.600 dólares.

Perspectivas de um quadro positivo a frente

Apesar do mercado e dos analistas estarem aguardando tanto altas quanto quedas significativas para o Bitcoin, o quadro de valorização parece mais palpável. De acordo com o comportamento da criptomoeda, é possível que ela tenha uma escalada de valores em pouco tempo. Depois de superar o valor chave, o próximo ponto para o ativo é de 10.436 dólares. Se isto se confirmas, as expectativas são de progressão para 10.864, 10.970, 11.078 e 11,612 dólares.

No caso do BTC não ter força suficiente para alcançar estes valores, as expectativas são de que haja uma queda que o coloque em um patamar abaixo dos cinco dígitos. Alguns especialistas acreditam que, antes de chegar a valores significativos ainda neste mês, o ativo deve cair para menos de 9 mil dólares. A boa notícia é que, pelo menos no momento, esta hipótese ainda não é tão concreta.

De olho na situação do Bitcoin

Apesar de estar com uma queda próxima dos 2%, o ativo mantém-se firme em um patamar acima dos 10.200 dólares. As próximas horas serão de grande importância para o mercado, uma vez que irão definir a tendência de comportamento do Bitcoin. Por isto, a expectativa ao longo desta terça-feira é bastante alta, tanto por parte dos investidores quando dos analistas.

Para mais informações, acesse:

Site: https://bitpreco.com
Facebook: https://www.facebook.com/BitPreco/
Twitter: https://twitter.com/BitPreco
Instagram: https://www.instagram.com/bitpreco/

Fonte: Fx Street.

Altcoins sofrem um leve aumento enquanto Bitcoin está em torno de US $ 10.400

Domingo, 8 de setembro – O preço do Bitcoin (BTC) está em torno da marca de US $ 10.400, enquanto as altcoins mostram pequenos ganhos em todos os aspectos.

O Bitcoin mostrou pouco movimento de preços nas últimas 24 horas, atingindo uma alta intradia de US $ 10.580, estabilizando perto de US $ 10.400 na última parte do dia. No momento, a criptomoeda mais popular do mundo está sendo negociada a US $ 10.381, uma queda de 1% no dia.

Bitcoin’s 24-hour price chart. Source: Coin360
Gráfico de preços de 24 horas do Bitcoin. Fonte: Coin360

Durante o fim de semana, o Bitcoin parece ter perdido parte de sua força com o que alguns chamam de reação clássica de “compre o boato, venda a notícia” com o lançamento da Bakkt de seu armazém de custódia de ativos digitais.

Em uma negociação “compre o boato, venda as notícias”, os investidores compram um ativo esperando um resultado positivo de um determinado evento no futuro. No entanto, quando o evento real ocorre, muitas vezes não afeta o preço, que posteriormente volta aos seus níveis originais. Quando a Bakkt twittou sobre sua abertura de lançamento suave, o preço do Bitcoin caiu de US $ 10.900 para US $ 10.200.

O altcoin Ether (ETH) teve um movimento contrario do Bitcoin, pois atualmente está sendo negociado a US $ 180 por moeda, alta de 0,43% no dia.

Para mais informações, acesse:

Site: https://bitpreco.com
Facebook: https://www.facebook.com/BitPreco/
Twitter: https://twitter.com/BitPreco
Instagram: https://www.instagram.com/bitpreco/

Fonte: https://cointelegraph.com

CEO do Twitter Jack Dorsey volta a dizer que o Bitcoin será a moeda da Internet

Nem sequer passou pela cabeça do fundador e CEO do Twitter Jack Dorsey criar uma moeda nativa para sua plataforma de mídia social. Em vez disso, o empresário acredita que o Bitcoin é muito mais adequado para uso como uma “moeda para a internet” do que qualquer outra coisa disponível ou em funcionamento até o momento.

Dorsey alega que a resiliência, a marca e a confiabilidade atreladas ao Bitcoin fazem com que ele se destaque do restante do setor de criptoativos. Ele também comentou que sistemas públicos, como o Bitcoin, foram capazes de servir as pessoas melhor do que alternativas centralizadas.

Jack Dorsey não se priva de celebrar o Bitcoin. O CEO do Twitter há muito tempo diz que acha que o Bitcoin é o candidato ideal para uma moeda nativa da Internet, algo que ele acredita firmemente ser é necessário.

Em entrevista ao The Sydney Morning Herald publicada recentemente, Dorsey reafirmou seu compromisso de longa data com a moeda digital número em valor de mercado. Ele afirmou que a criação do Bitcoin se confirmou, em muitos aspectos, seu valor e utilidade para os usuários se comparado com as alternativas existentes ou mesmo futuras:

“Acho que os padrões ‘abertos’ da Internet atendem a todas as pessoas melhor do que aqueles controlados ou iniciados por empresas.”

A convicção de Dorsey de que o Bitcoin será um dia a moeda dominante usada online significa que ele evita esforços como os da empresa de mídia social Facebook. Durante a entrevista realizada para promover sua empresa de pagamentos Square, ele afirmou firmemente que não tem planos de usar a popularidade do Twitter para fazer mudanças no próprio setor financeiro.

Para o CEO do Twitter, o Bitcoin não apenas oferece um sistema de finanças completamente aberto, mas também se provou ao longo de 10 anos como confiável e estável. Dorsey disse:

“Eu acho que o Bitcoin é a melhor aposta porque é a mais resistente, existe há 10 anos, tem uma ótima marca e foi testada várias vezes.”

Evidentemente, Dorsey não tem intenção de atrair o tipo de calor regulatório que o Facebook tem. Depois de anunciar a Libra, a empresa tem sido alvo de muito escrutínio.

Em vez disso, ele é conhecido por contribuir financeiramente para uma empresa que desenvolve o sistema Lightning Network. Seu entusiasmo é tanto que também se engajou no início deste ano na campanha conhecida como Lightning Torch para difundir a tecnologia de escalabilidade para o Bitcoin. A iniciativa teve ilustres figuras da tecnologia enviando pequenas quantidades de Bitcoin através da rede para demonstrar sua eficácia em fazer micropagamentos.

Para mais informações, acesse:

Site: https://bitpreco.com
Facebook: https://www.facebook.com/BitPreco/
Twitter: https://twitter.com/BitPreco
Instagram: https://www.instagram.com/bitpreco/

Fonte: https://www.criptofacil.com

Novos dados apontam que, apesar da taxa de hash recorde, Bitcoin está usando menos eletricidade

O consumo de energia do Bitcoin (BTC) está se tornando rapidamente mais eficiente, com novos dados sendo apresentados à medida que a taxa de hash continua batendo recordes.

Taxa de hash recorde e com menos energia

Dados do agregador Statista acessado em 5 de setembro mostraram que, apesar de mais poder de computação ser dedicado à mineração de Bitcoin, menos eletricidade é necessária para alimentá-la.

Segundo um gráfico, o consumo de energia em julho era de 69,79 terawatt-hora por ano. Em julho de 2018, o número era de 71,12 terawatts, enquanto a taxa de hash era quase 60% menor do que atualmente. 

Bitcoin annual electricity consumption

Consumo anual de eletricidade de Bitcoin. Fonte: Statista

Como o Cointelegraph reportou, a taxa de hash mede o poder de computação geral envolvido no processamento de transações do Bitcoin. A métrica passou de 80 quintilhões de hashes por segundo em agosto e atualmente está em pouco menos de 90 quintilhões. Em julho de 2018, o número era de cerca de 40 quintilhões.

Mineração de Bitcoin fica ecologicamente correta

Os dados, portanto, se encaixam na tendência geral de os mineiros se tornarem mais ecologicamente conscientes. À medida que os preços do Bitcoin se recuperavam este ano, vários operadores anunciaram tentativas para melhorar a eficiência.

Um estudo realizado em junho descobriu que três quartos da atividade de mineração de Bitcoin é alimentada por fontes de energia renováveis.

Os fabricantes de hardware buscaram desenvolver novos dispositivos com maiores recursos e menores demandas de energia, como o Antminer de 7nm da Bitmain, que foi lançado em novembro passado.

No entanto, a eletricidade continua sendo um tópico popular entre terceiros, alguns dos quais alegam que o consumo da indústria a torna uma atividade moralmente questionável.

Para mais informações, acesse:

Site: https://bitpreco.com
Facebook: https://www.facebook.com/BitPreco/
Twitter: https://twitter.com/BitPreco
Instagram: https://www.instagram.com/bitpreco/

Fonte: https://br.cointelegraph.com

Bitcoin salta 7% em poucas horas e apaga queda da semana passada

SÃO PAULO- Após perder o nível dos US$ 10 mil na semana passada, o Bitcoin voltou a subir na tarde desta segunda feira (2), apagando as perdas destes últimos dias.

Às 19h15 (horário de Brasília), a maior criptomoeda do mundo subia 7%, cotada a US$ 10.391, enquanto no Brasil os ganhos eram de 6,63%, para 42.412.

Assim como ocorreu na queda, este movimento de valorização é generalizado entre todos os maiores criptoativos, mas com altas menos expressivas.

No mesmo horário, o Ethereum subia 4,50%, enquanto o Ripple avançava 1,55%. Já o Bitcoin Cash e a Litecoin tinham altas de 4,25% e 1,70%, respectivamente. Apenas duas das 25 maiores moedas digitais em valor de mercado registravam perdas.

Além de uma correção do movimento negativo, há no mercado uma expectativa positiva de que haja um fluxo de entrada nos próximas dias como o início das operações da Bakkt.

Invista em bitcoins com segurança, facilidade e taxa ZERO: https://bitpreco.com

Para mais informações, acesse:

Site: https://bitpreco.com
Facebook: https://www.facebook.com/BitPreco/
Twitter: https://twitter.com/BitPreco
Instagram: https://www.instagram.com/bitpreco/

Fonte: https://www.infomoney.com.br

Bitcoin volta a chegar perto dos 10 mil dólares

O final do mês de agosto trouxe um cenário pouco favorável para o Bitcoin. A criptomoeda caiu abaixo dos cinco dígitos, trazendo preocupação para o mercado e os investidores. Porém, nesta segunda-feira (02) a situação mostra-se diferente, de forma que o ativo pode começar setembro com fôlego renovado. Desta forma, o objetivo está em alcançar novamente os 10 mil dólares. E de acordo com as perspectivas, este movimento pode acontecer em pouco tempo.

Panorama geral da criptomoeda

Depois de conseguir manter-se em cerca de 9.400 dólares, neste início de semana o Bitcoin teve uma alta de 2,25%, chegando ao patamar aproximado de 9.800 dólares. Isto traz um panorama de otimismo para os investidores, sobretudo pelo fato do criptomercado voltar a mirar nos 10 mil dólares como valor mínimo para o ativo. Isto pode trazer boas perspectivas para o futuro próximo do BTC, sobretudo durante o mês de setembro.

Para o analista e negociante do criptomercado, Peter Brandt, as análises gráficas da criptomoeda sugerem que seu comportamento para médio prazo é dar um salto no valor. De acordo com ele, os padrões do BTC indicam que o ativo está apresentando as mesmas características da última vez em que teve uma significativa escalada de valores. Por isto, aconselha os compradores a ficarem atentos aos próximos movimentos do Bitcoin.

Perspectivas mistas para outras criptomoedas

Junto com o Bitcoin, outros ativos também começaram o mês apresentando resultados muito interessante de alta. Entre eles destacam-se o ETH, o LTC e o XRP. É importante ter em mente que o valor do BTC costuma influenciar diretamente em todas as criptomoedas, sobretudo pelo fato do ativo ser líder de negociações no mercado. Desta forma, as mesmas perspectivas de otimismo se estendem para outras moedas virtuais ao longo dos próximos dias.

Entretanto, apesar deste quadro, ao Altcoins não estão tendo um desempenho tão significativo. O EHT mantém-se apenas com 0,7% de valorização, cotado a 172 dólares. Já o XPR, perdeu 0,4% de seu valor, cotado a 26 cents. Diante destes valores, o Bitcoin continua sendo a maior aposta para os investidores do critpomercado. Seu nível de dominância é de 69,5%, com negociações em torno dos 250 bilhões de dólares.

Setembro será um mês de virada?

Algo que chama a atenção do mercado é o fato de que, neste mês, a Bakkt irá começar a fazer suas transações com Bitcoin. Isto pode dar um grande impulso para o ativo, fazendo com que alcance um novo teto em seus valores. No momento, analistas e investidores estão de olho no quadro envolvendo o ativo, pare ver se ele supera a casa dos 10 mil dólares em pouco tempo.

Para mais informações, acesse:

Site: https://bitpreco.com
Facebook: https://www.facebook.com/BitPreco/
Twitter: https://twitter.com/BitPreco
Instagram: https://www.instagram.com/bitpreco/

Fonte: Cointelegraph.