Funcionário do banco central romeno afirma que a criptomoeda não substituirá a moeda emitida

Um funcionário do banco central romeno afirmou que a criptomoeda não substituirá a moeda emitida pelos bancos centrais, uma vez que não é necessariamente uma moeda. A notícia foi publicada pela mídia local Business Review, em 16 de abril.

Daniel Daianu, um membro do Conselho de Administração do Banco Nacional Romeno (BNR), teria enfatizado a necessidade de estar ciente da diferença entre as instituições e seus papéis, garantindo que esses papéis não desapareçam. Daianu também abordou a importância de fazer a distinção entre a tecnologia blockchain e as moedas digitais. Daianu disse:

“Na minha opinião, esses são ativos financeiros, não moedas criptografadas, e eles não podem cumprir os papéis básicos da moeda. […] Criptomoedas nunca poderão substituir a moeda emitida por um banco central. O que pode acontecer é que os bancos centrais tenham uma moeda digital, mas isso também será emitido pelo banco, e os bancos comerciais receberão moeda digital que pode se multiplicar. Concordo, no entanto, que as novas tecnologias levam à desintermediação e essa característica da descentralização nos mostra os méritos das redes.”

A Romênia – que se tornou a primeira afiliada da filial da Europa Oriental da corporação sem fins lucrativos americana Bitcoin Foundation em 2014 – divulgou um projeto de Portaria de Emergência que regula a emissão de dinheiro eletrônico (e-money) em julho passado.

O rascunho descreveu o dinheiro eletrônico como “valor monetário armazenado eletronicamente, inclusive magnético, representando uma reivindicação sobre o emissor emitida no recebimento de fundos com a finalidade de realizar transações de pagamento e que é aceita por uma pessoa que não seja o emissor de dinheiro eletrônico”.

Um relatório recente do World Economic Forum (WEF) revelou que pelo menos 40 bancos centrais em todo o mundo estão conduzindo projetos de pesquisa e pilotos com tecnologia blockchain que visam abordar questões como inclusão financeira, eficiência de pagamentos e segurança cibernética. O WEF forneceu dez casos de uso para tecnologia de contabilidade distribuída em bancos centrais, incluindo o desenvolvimento de divisas do banco central de varejo, entre outros.

Fonte: Cointelegraph

BitPreço é um marketplace que conecta várias exchanges, em um só lugar, buscando sempre o Melhor Preço para você comprar ou vender seus Bitcoins.

Com apenas um clique, você pode negociar com outras corretoras diretamente em nossa plataforma, poupando o tempo de cadastrar-se, enviar documentação, fazer depósitos, aguardar aprovação e gastar uma eternidade para comprar em diferentes lugares.

Acesse: bitPreço.com

Conferencia de aviação blockchain nos Emirados Árabes Unidos

A presença crescente de blockchain na aviação será o foco de uma conferência dedicada ao tema em Abu Dhabi de 2 a 4 de abril, segundo a agência oficial Emirates News Agencyconfirmou em comunicado de 31 de março.

O evento “Blockchain: Unlock the Potential” promete reunir 800 pessoas de quase 100 países, e busca reunir as possibilidades da tecnologia, enquanto ela se estende à indústria da aviação em escala global.

O comunicado diz que o evento é patrocinado por Sua Alteza Sheik Mohamed Bin Zayed Al Nahyan, príncipe de Abu Dhabi, e inclui o Ministro da Economia do país e um executivo do aeroporto de Heathrow em Londres como palestrantes.

Os Emirados Árabes Unidos (EAU) foram selecionados como sede do evento devido aos esforços contínuos das autoridades para implementas blockchain na esfera estatal em várias áreas da economia local. 

Saif Mohammed Al Suwaidi, diretor geral da General Civil Aviation Authority (GCAA) dos EAU, comentou:

“A escolha dos EAU é uma prova dos nossos esforços de liderança no investimento em novas tecnologias entre diferentes domínios, incluindo o setor de aviação e a manutenção de parcerias fortes entre o governo e o setor privado, e o compromisso contínuo de explorar métodos que permitam aprimorar a prática dos negócios em aviação em um ambiente dinâmico e próspero.”

A descrição da conferência revela que ela vai incluir aplicações de blockchain em toda a indústria, incluindo aeronaves e outros ativos, além de acordos financeiros e outros processos relacionados aos negócios.

O evento acontece duas semanas depois que Abu Dhabi sediou outro evento relacionado a blockchain, desta vez diretamente abordando os fenômenos das criptomoedas e fintech.

O evento atraiu comentários de apoio das autoridades locais quanto a criptomoedas, alimentando especulações de que os EAU possam tornar-se um paraíso para os ativos digitais,

“É essencial que desenvolvamos estruturas e regulação que possam governar essas tecnologias e desenvolvimentos”, disse Abdul Aziz Al-Ghurair,  diretor do United Arab Emirates Banks Federation (UBF).

A indústria da aviação têm acenado continuamente para a blockchain, com um caso recente envolvendo a NASA, que estaria considerando aplicações da tecnologia para ambientes de controle de tráfego aéreo.

Fonte: Cointelegraph

BitPreço é um marketplace que conecta várias exchanges, em um só lugar, buscando sempre o Melhor Preço para você comprar ou vender seus Bitcoins.

Com apenas um clique, você pode negociar com outras corretoras diretamente em nossa plataforma, poupando o tempo de cadastrar-se, enviar documentação, fazer depósitos, aguardar aprovação e gastar uma eternidade para comprar em diferentes lugares.

Acesse: bitPreço.com

Ucraniano preso por implantar malwere para mineração em seus próprios websites

A Polícia Cibernética da Ucrânia prendeu um homem que estaria implantando scripts de malware para minerar criptomoedas  em seus próprios websites, segundo as autoridades locais informaram em 26 de março.

A unidade de crimes cibernéticos da polícia nacional da Ucrânia prendeu um homem de 32 anos da região de Bukovina que teria colocado um software de cryptojacking em uma série de websites educacionais que ele criou e administrava.

Os sites não especificados e os recursos de interneti tinham 1,5 milhão de visitantes mensais, segundo a polícia.

As autoridades também declararam que o malware instalado nos websites estavam implantando nos dispositivos CPU e GPU poder para minerar ilegalmente criptomoedas.

A polícia conduziu uma busca na casa do alegado cibercriminoso e levou seus equipamentos de computação, cartões de banco, HDs e anotações para análise criminal. De acordo com o relatório, o minerador está preso e pode enfrentar pena de seis anos.

A atividade de malware cryptojacking cresceu muito recentemente, com a empresa de cibersegurança McAfee Labs reportando em dezembro que o total de casos de malware de cryptojacking cresceu mais de 4.000% em 2018.

Recentemente, a AT&T Cybersecurity relatou que a mineração cripto é um dos motivos mais observados de hackers atacando infraestruturas em núvem de negócios. No fim de fevereiro, a notória mineradora cripto online Coinhive anunciou que o serviço seria fechado por ter se tornado economicamente ineficiente.

Fonte: Cointelegraph

BitPreço é um marketplace que conecta várias exchanges, em um só lugar, buscando sempre o Melhor Preço para você comprar ou vender seus Bitcoins.

Com apenas um clique, você pode negociar com outras corretoras diretamente em nossa plataforma, poupando o tempo de cadastrar-se, enviar documentação, fazer depósitos, aguardar aprovação e gastar uma eternidade para comprar em diferentes lugares.

Acesse: bitPreço.com

Bitfury traz pagamentos instantâneo para o gateway nos EUA

A mineradora de Bitcoin (BTC) e empresa de desenvolvimento Bitfury firmou parceria com a startup de processamento de pagamentos dos Estados Unidos HadePay para oferecer aos comerciantes a aceitação de transações na Lightning Network (LN). A notícia foi divulgada em um post no blog da Bitfury em 14 de março.

A HadePay implementou o Lightning Peach API da Bitfury para facilitar pagamentos LN, que são significativamente mais rápidos e baratos que as transações convencionais de Bitcoin.

A startup trabalhou com a equipe Lightning Peach da Bitfury, um grupo spin-off dedicado de engenheiros focado na promoção da Lightning Network.

Como opção de pagamentos, a HadePay já permite aos clientes aceitarem moedas cripto e fiat assim como o pagamento de diversos serviços, como PayPal e Square.

“A rede ampla da HadePay agora poderá aceitar bitcoin sabendo que a transação será feita quase que imediatamente”, disse o diretor da Lightning Peach Pavel Prikhodko no post do blog, completando:

A iniciativa marca o último movimento da LN da Bitfury, com a companhia tendo oferecido o mesmo recurso para sua primeira parceira exchange, a polonesa BTCBIT, em janeiro.

Como o Cointelegraph reportou, a tecnologia tem recebido publicidade pesada em 2019, principalmente devido ao experimento de retransmissão de transações do Lightning Torch.

Entre outras participantes da rede, a Torch foi dona de diversos atores da indústria, incluindo o CEO do Twitter Jack Dorsey, que posteriormente quis implementar pagamentos na LN tanto para o Twitter quanto para a plataforma de pagamentos Square.

Fonte: Cointelegraph

BitPreço é um marketplace que conecta várias exchanges, em um só lugar, buscando sempre o Melhor Preço para você comprar ou vender seus Bitcoins.

Com apenas um clique, você pode negociar com outras corretoras diretamente em nossa plataforma, poupando o tempo de cadastrar-se, enviar documentação, fazer depósitos, aguardar aprovação e gastar uma eternidade para comprar em diferentes lugares.

Acesse: bitPreço.com

Unity revela patente para sistema de token ‘in-game’ baseado em blockchain

A empresa controladora da desenvolvedora de mecanismos de jogo dinamarquesa Unity aplicou para uma patente relacionada a tokens de criptomoedas in-game, conforme revelaram documentos do United States Patent and Trademark Office em 5 de março.

A Unity Technologies, cujo software, segundo seu CEO, é usado por cerca de metade do mundo dos video games, agora está mirando nas ligações perdidas no mercado de tokens in-game.

“Hoje não há formas conhecidas de atribuir objetos (físicos e virtuais) a identificadores exclusivos e permitir que esses objetos sejam alterados, transferidos, trocados, comercializados, dados e associados a um local”, diz a descrição da patente, seguindo:

“Não há uma plataforma comum ou um consenso sobre como isso poderia ser feito entre os usuários, aplicações e ambientes onde os tokens e seus objetos associados possam ser manipulados por aplicativos ou usuários para formar coleções e ativar eventos baseados em transformações dos objetos”.

Nesta semana, a startup de tokenização de ativos digitais Enjin lançou um kit de desenvolvimento de software (software development kit – SDK) dedicado para Unity, que permite aos desenvolvedores da Unity criar, integrar e gerir a distribuição de tokens em conformidade com o ERC1155 na blockchain da Ethereum (ETH).

O anúncio da Enjin sobre seu SDK também aponta que a tokenização de ativos de jogos permite interoperabilidade, permitindo que os jogadores usem seus itens virtuais em jogos múltiplos.

Anteriormente, antes de revelar planos para a integração com o aplicativo de conversas canadense Kik, do token KIN, no ano passado, em novembro a companhia assinou acordo com a startup de compras de criptomoedas em aplicativos AppCoins.

Fonte: Cointelegraph

BitPreço é um marketplace que conecta várias exchanges, em um só lugar, buscando sempre o Melhor Preço para você comprar ou vender seus Bitcoins.

Com apenas um clique, você pode negociar com outras corretoras diretamente em nossa plataforma, poupando o tempo de cadastrar-se, enviar documentação, fazer depósitos, aguardar aprovação e gastar uma eternidade para comprar em diferentes lugares.

Acesse: bitPreço.com

Bolsa de valores investimento de US$ 20 milhões em startup de tokenização

O operador da Bolsa de Valores de Londres, o London Stock Exchange Exchange Group (LSEG), liderou uma rodada de investimento de US$ 20 milhões na startup de tecnologia financeira Nivaura, reportou a Reuters em 27 de fevereiro. A startup blockchain britânica é a desenvolvedora do suposto primeiro título denominado por cripto e ação ancorada em blockchain.

Segundo a Reuters, a LSEG pagou uma quantia não revelada por uma participação acionária minoritária na Nivaura. A startup fornece soluções de blockchain que automatizam a emissão, compensação e liquidação de instrumentos financeiros, incluindo a emissão de títulos e valores mobiliários tokenizados.

Juntamente com a LSEG, o braço de capital de risco do Santander, o Santander InnoVentures, estava entre os investidores da Nivaura.

O chefe de desenvolvimento internacional da LSEG, Nikhil Rathi, disse à Reuters que o investimento na Nivaura está alinhado com o objetivo da operadora da bolsa de valores de aproveitar novas tecnologias que possam diversificar produtos, proporcionar ganhos de eficiência e impulsionar o crescimento.

A codificação da dívida e do patrimônio líquido, afirma Nivaura, pode reduzir o tempo de processamento de instrumentos financeiros em até 80% e reduzir drasticamente os custos de captação de recursos. A startup delineou que sua plataforma é uma solução modular, “que facilita a automação de todo o ciclo de vida de um instrumento financeiro”. A plataforma também permite que os emissores “acessem facilmente os mercados financeiros e possam se conectar a plataformas tecnológicas existentes, como a compensação de sistemas ou em infraestruturas blockchain.”

Para a emissão de um denominador Ethereum (ETH) no final de 2017, a Nivaura operou sob a égide da sandbox reguladora da Financial Conduct Authority do Reino Unido – lidando com toda a gama e complexidade das questões legais e regulatórias envolvidas em tokenizar mercados de capitais.

Conforme reportado, a fornecedora de soluções de tecnologia da LSEG, a LSEG Technology, anunciou recentemente que seu mecanismo de correspondência escalável e de baixa latência – em uso em bolsas de valores tradicionais como a LSE, Borsa Italiana, Bolsa de Valores de Oslo e outras – será usado para abastecer a vindoura bolsa de ativos digitais com sede em Hong Kong.

O reconhecimento da eficácia da blockchain para agilizar os instrumentos financeiros continua a aumentar. No início deste mês, o segundo maior banco da Espanha, o Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA), lançou a suposta primeira plataforma apoiada por blockchain para títulos verdes (sustentáveis) estruturados. Em dezembro, o BBVA fechou um empréstimo de US$ 169 milhões usando blockchain para um tomador não espanhol.

Em todo o mundo, a Australian Securities Exchange está trabalhando para implementar a tecnologia blockchain para substituir seu atual sistema de processamento de transações de patrimônio.

Fonte: Cointelegraph

BitPreço é um marketplace que conecta várias exchanges, em um só lugar, buscando sempre o Melhor Preço para você comprar ou vender seus Bitcoins.

Com apenas um clique, você pode negociar com outras corretoras diretamente em nossa plataforma, poupando o tempo de cadastrar-se, enviar documentação, fazer depósitos, aguardar aprovação e gastar uma eternidade para comprar em diferentes lugares.

Acesse: bitPreço.com

Andorra implementa tecnologia blockchain no sistema de educação superior

O governo de Andorra vai implementar tecnologia blockchain no sistema de educação superior, conforme publicou a rede espanhola EuropaPress em 21 de fevereiro.

O Principado de Andorra, um estado soberano na Península Ibérica, vai digitalizar a educação superior nacional ao implementar a tecnologia blockchain para armazenar todos os graus acadêmicos.

A iniciativa busca criar processos de registro mais seguros, segundo a EuropaPress. Os diplomas acadêmicos gravados via blockchain não podem ser eliminados ou modificados, e a tecnologia também permitirá a redução de “despesas administrativas advindas dos atuais processos analógicos”, ressalta a notícia.

O acesso à blockchain será oferecido pela Andorra Telecom, a telecom do país, que é responsável pelos serviços de transmissão de radiodifusão terrestre e digital no Principado.

A Europa Press também diz que a tecnologia blockchain permitirá acesso facilitado para a educação superior:

A Apostila de Haia é um certificado pelo qual um documento emitido em um dos países signatários tenha certificação legal no território dos demais participantes.

Como o Cointelegraph noticiou ontem. o governo de Malta assinou um contrato de dois anos com uma empresa de softwares para armazenar todos os certificados educacionais, incluindo certificados de escola segundária, igrejas e escolas independentes, em blockchain.

No começo desse mês, o Serviço Federal para Supervisão na Esfera da Educação e Ciência da Rússia  anunciou planos de implementar blockchain no principal teste de graduação do país, como o Cointelegraph publicou em 5 de fevereiro.

Fonte: Cointelegraph

BitPreço é um marketplace que conecta várias exchanges, em um só lugar, buscando sempre o Melhor Preço para você comprar ou vender seus Bitcoins.

Com apenas um clique, você pode negociar com outras corretoras diretamente em nossa plataforma, poupando o tempo de cadastrar-se, enviar documentação, fazer depósitos, aguardar aprovação e gastar uma eternidade para comprar em diferentes lugares.

Acesse: bitPreço.com