Visão de mercado: Bitcoin e Ether

O par BTC/USD quebrou abaixo da marca dos US$ 10.000 no início da manhã de quinta, caindo vertiginosamente de um preço de US$ 10.280 às 03:01 para US$ 10.000. Desde então, o preço se recuperou e está chegando a US$ 10.200 no momento da redação.

Até o momento, o Bitcoin (BTC) está sendo negociado a US$ 10.188 (3.10%), com um volume diário confiável de US$ 6.57 bilhões. Quanto ao Ether (ETH), ele está sendo negociado a US$ 220 (5.68%), com um volume diário confiável de US$ 3.02 bilhões.

Venha fazer parte da corretora de Bitcoins que mais cresce no Brasil, é rápido, fácil e sem burocracias. Clique AQUI para criar um conta e conhecer mais sobre nossa plataforma.

Para mais informações, acesse:

Site: https://bitpreco.com
Facebook: https://www.facebook.com/BitPreco/
Twitter: https://twitter.com/BitPreco
Instagram: https://www.instagram.com/bitpreco/

Fonte: https://moneytimes.com.br

Nova opção para compra e venda de Bitcoins em nossa plataforma e novidades no Biscoint!

É com imenso prazer que anunciamos a nova opção que foi inserida na plataforma a fim de facilitar a compra e venda de Bitcoins de maneira mais prática. Com essa nova atualização, é possível agrupar as ordens presentes no Book, permitindo assim maior visualização dos preços e mais agilidade na hora de realizar transações.

A opção agrupar tem como objetivo reunir maiores quantidades de ordens em uma única célula. Com esse novo layout, é possível acessar um maior número de ordens de compra e venda de Bitcoins.

Entretanto, caso não seja de sua escolha permanecer com essa nova interface, basta clicar no botão agrupar, e logo o modelo que estava presente anteriormente retorna como padrão.

Outra novidade é a possibilidade de acompanhar os valores médios do preço do bitcoin em nossa plataforma através do Biscoint. Vale lembrar que é possível inserir qualquer quantia para consulta de valores, não sendo limitado a valores fechados de Bitcoins.

Nós da equipe Bitpreço, estamos sempre buscando auxilar da melhor forma possível nossos clientes e desenvolvendo novas ideais para melhor lhe atender.

Venha fazer parte da corretora de Bitcoins que mais cresce no Brasil, é rápido, fácil e sem burocracias. Clique AQUI para criar um conta e conhecer mais sobre nossa plataforma.

Para mais informações, acesse:

Site: https://bitpreco.com
Facebook: https://www.facebook.com/BitPreco/
Twitter: https://twitter.com/BitPreco
Instagram: https://www.instagram.com/bitpreco/

Qual é a melhor Exchange para comprar e vender Bitcoins no Brasil? – Segundo os usuários

Uma enquete feita nos grupos das comunidades de criptoativos abriu votação para o usuário escolher a melhor Plataforma/Exchange para comprar e vender Bitcoin no país

A enquete foi promovida, inicialmente, no Grupo do Telegram da Webitcoin e foi toda feita através desta ferramenta da Rede social. O Limitador é que o Telegram só permite 10 opções para votar; desta forma, nós colocamos as 10 maiores Exchanges em volume no dia de ontem de acordo com o site Cointrademonitor.

Outro critério foi a quantidade de votos.

Para fazer este post, precisávamos de , no mínimo, 200 votos para uma amostragem estatística mais fiel, focando no nicho de quem já usa e já acompanha as notícias sobre Bitcoin e demais criptoativos.

Enquete de melhor Exchange
Enquete fechada com 234 votos

As mais votadas

As plataformas mais votadas foram Mercado Bitcoin e Bitcoin Trade que, juntas, somaram quase 60% dos votos.
A líder teve 88 votos (37% de todos eles).

Se considerarmos as 4 primeiras: Mercado Bitcoin, Bitcoin Trade, Bitpreço e Braziliex, temos aí quase 80% de todos os votos da enquete que fechou com um total de 234 votos.

Para confirmar a enquete, as duas mais votadas também estão entre as 3 mais acessadas no mês de agosto/19.
Mesmo com a líder, Mercado Bitcoin, ter uma queda de mais que 17% nos acessos, ela continua como top de acessos com mais de 3,5 milhões de visualizações.

Comparador de Acessos de agosto

Destaque para a Foxbit, 2º lugar em acessos , mas com poucos votos e para a Bitnuvem que não apareceu na opção da enquete para votar (já vamos falar delas…)

As mais pedidas que não apareceram nas opções de votação

Para fazer justiça aos comentários off-topic de Exchanges que não estavam listadas para voto, devemos mencionar a Walltime, Bitnuvem e a Pagcripto
Muitos usuários lamentaram a ausência destas na pesquisa, mas como elucidamos, consideramos o critério de volume no Cointrademonitor para listar as 10

A Walltime foi a que mais fez falta e provavelmente figuraria ali disputando posição entre o 3º e o 5º lugar.

A Bitnuvem teve uma ascensão excepcional em acessos em Agosto, com um crescimento de mais que 80% no mês e com a melhor nota no Comparador de Acessos.

As menos votadas

Aqui, precisamos destacar a Foxbit. A expectativa era bem maior na quantidade de votos. A Exchange que já foi a nº 1 no Brasil parece que perdeu muitos fans.

E a BTCBolsa, a menos votada, que apesar do engajamento pequeno conta com um bom volume, se comparamos as brasileiras e com um diferencial interessante sobre poder fazer depósito e saque nos feriados e finais de semana para bancos conveniados.

Compre Bitcoins no Market Place que mais cresce no Brasil
Compre e venda Bitcoins na melhor corretora do Brasil, com taxa zero e saques 24h, sete dias por semana através da Alterbank .
Clique AQUI e Acesse agora!

Para mais informações, acesse:

Site: https://bitpreco.com
Facebook: https://www.facebook.com/BitPreco/
Twitter: https://twitter.com/BitPreco
Instagram: https://www.instagram.com/bitpreco/

Fonte:  https://webitcoin.com.br

Poder de mineração do Bitcoin cresce 70% em três meses e atinge novo recorde

O poder de mineração do Bitcoin segue crescendo consideravelmente em 2019 e registra novo recorde histórico.

De acordo com dados do Blockchain.com, o hashrate do bitcoin ultrapassou 98 exahashes por segundo (EH/s) no dia 10 de setembro.

O novo patamar registrado representa um aumento de quase 100% desde junho e 70% se considerar a média dos últimos três meses.

Como consequência, a dificuldade de mineração também se ajustou a um novo recorde de quase 12 trilhões.

O bitcoin é projetado para ajustar sua dificuldade de mineração a cada 2.016 blocos (aproximadamente 14 dias), com base na quantidade de poder de computação implantado na rede. Isso é feito para garantir que o intervalo de produção do bloco no próximo período permanecerá constante a cada 10 minutos. Quando há menos força envolvida, a dificuldade cai; quando há mais máquinas trabalhando, ela aumenta.

Segundo o Coindesk, vários novos modelos de mineradoras ASIC (máquinas projetadas para mineração) chegaram ao mercado durante o os últimos meses, com uma potência média de hash em torno de 55 TH/s.

Com isso, de acordo com o site, o novo recorde de hashrate sugere que mais de 600.000 novas máquinas podem ter sido ativadas nos últimos três meses.

Evolução assustadora

Nos últimos três anos, o hashrate do Bitcoin multiplicou por mais de sessenta vezes. Em 2017, um pouco antes do preço do bitcoin bater US$ 20.000, o hashrate atingiu 60 EH/s.

Durante 2018 o taxa chegou a despencar pela metade, alcançando 31 EH/s mas vem subindo desde então e disparou a medida que o preço do BTC voltou a subir.

85% de todos os Bitcoins já foram minerados

A quantidade de bitcoin minerada ultrapassou a marca de 17.850.00 no final de julho. Isso significa que 85% de todos os bitcoins já foram minerados.

Satoshi Nakamoto, ao escrever o código do bitcoin, estabeleceu que a quantidade máxima de BTCs existentes seria de 21 milhões. Como a mineração está programada para ser finalizada aproximadamente no ano de 2140, as 3.150.000 moedas restantes serão mineradas durante 121 anos.

Para mais informações, acesse:

Site: https://bitpreco.com
Facebook: https://www.facebook.com/BitPreco/
Twitter: https://twitter.com/BitPreco
Instagram: https://www.instagram.com/bitpreco/

Fonte:    https://portaldobitcoin.com

Visão de mercado: Bitcoin e Ether

Até o momento, o Bitcoin (BTC) está sendo negociado a US$ 10.160.20 (- 1.79%), com um volume confiável diário de US$ 3.72 bilhões.

Durante todo o final de semana o Bitcoin apresentou fortes oscilações e leves valorizações. O Bitcoin oscilou praticamente durante todo o dia de ontem. Uma variação que registrou uma queda de 1,82% que descontou US$ 188 do seu preço. Isso fez com que se atingisse o ponto mais baixo do dia em US$ 10.166. O Ether (ETH) está sendo negociado a US$ 192,74 (0.95%), com um volume diário confiável de US$ 2.04 bilhões.

Para mais informações, acesse:

Site: https://bitpreco.com
Facebook: https://www.facebook.com/BitPreco/
Twitter: https://twitter.com/BitPreco
Instagram: https://www.instagram.com/bitpreco/

Fonte:   https://moneytimes.com.br

Pirataria do ouro fortalece a necessidade do Bitcoin

Segundo a Reuters, uma crise desencadeada pela falsificação está atrapalhando a indústria global de ouro e enfatizou a necessidade de uma reserva de valor facilmente verificável – como o Bitcoin.

As falsificações das barras de ouro penetraram os cofres das maiores instituições financeiras do mundo. Ao contrário das barras de ouro “falsas”, feitas com metais mais baratos revestidos com ouro, essas falsificações são feitas com ouro puro e, em vez disso, pirateiam marcas de barras de ouro legais e respeitáveis.

Essas barras falsificadas permitem que o ouro de zonas de conflito e países sancionados, como o Irã e a Coreia do Norte, sejam negociados com o prêmio de ouro “limpo”. No entanto, as empresas que possuem essas falsificações inadvertidamente correm o risco de violar as leis de lavagem de dinheiro e financiamento antiterrorismo.

“É uma maneira espetacular de lavar o ouro de área sancionadas ou em conflito. O ouro é genuíno, mas não é de origem ética… Eles parecem completamente genuínos, testam corretamente e pesam corretamente”, disse Richard Hayes, CEO da Perth Mint, com sede na Austrália.

Especialistas procurados pela Reuters estimaram que dezenas de milhares dessas barras foram descobertas até agora, com valor estimado entre US$100 e US$300 milhões. No entanto, o número total de barras não detectadas é muito maior. Há “muitas e muitas ainda em circulação”, disse Michael Mesaric, executivo-chefe da refinaria de ouro Valcambi.

As instalações custodiantes que encontram uma barra pirateada são obrigadas a auditar todas as reservas do cofre. Essas auditorias são despesas adicionais que são somadas já aos altos custos de transporte, seguro e segurança associados aos metais preciosos.

“Esse é um problema tão grande, porque é muito caro reverificar o ouro a cada etapa, portanto, o ouro depende de uma cadeia de suprimentos confiável. Agora, a integridade da cadeia de suprimentos está em questão”, disse Nic Carter, cofundador da empresa de análise de blockchain CoinMetrics.

Devido a esses altos custos de verificação, o ecossistema de ouro tende a centralizar. Isso pode levar a resultados indesejáveis, argumentou Carter.

Sistemas com altos custos de verificação tendem a ter “jardins murados”, como o ouro do London Bullion Market. Somente grandes players institucionais podem participar desses mercados, oferecendo tratamento favorável aos compradores finais.

Como o ouro, o Bitcoin fornece utilidade mensurável tanto como um método de liquidação quanto como uma reserva de valor. Como o ouro, o Bitcoin pode ajudar as pessoas a “optar por não participar” do sistema financeiro tradicional e pode até permitir que os cidadãos subvertam os controles monetários de um país.

Esses recursos fazem parte da principal proposta de valor do Bitcoin – pois não pode ser controlado, seja para fins legais ou ilegais.

Isso coloca o Bitcoin sob intenso escrutínio do governo, especialmente quando os governos perceberem os riscos que isso representa para o sistema financeiro. Felizmente para os adotantes e defensores ardorosos de Bitcoin, interromper um sistema distribuído e sem permissão na escala do Bitcoin é um esforço inútil.

Bom, quanto às barras de ouro falsas, talvez a blockchain possa até resolver este problema.

Para mais informações, acesse:

Site: https://bitpreco.com
Facebook: https://www.facebook.com/BitPreco/
Twitter: https://twitter.com/BitPreco
Instagram: https://www.instagram.com/bitpreco/

Fonte:  https://www.criptofacil.com

Previsão ousada aponta Bitcoin nos 200 mil dólares

Bobby Lee é um veterano dentro do criptomercado, e já fez considerações interessantes sobre o Bitcoin. Em sua previsão mais recente, o analista afirmou que em futuros ciclos, a previsão para a criptomoeda é que o preço pode chegar aos 200 mil dólares no futuro. Para fazer tal afirmação, ele está levando em conta uma série de fatores que podem contribuir para tornar este posicionamento mais verossímil, embora o mercado tenha uma tendência natural de descrença sobre o valor.

A opinião de Bobby Lee

Em meio ao anúncio de uma nova startup para trabalhar com o criptomercado, Bobby Lee fez apontamentos interessantes sobre o Bitcoin. Para ele, todos os ciclos anteriores da criptomoeda e a sua fase atual corroboram para um posicionamento de escalada em progressão geométrica de seus valores. De acordo com o especialista, há uma clara tendência de que preços cada vez mais altos podem ser alcançados pelo BTC no futuro.

Desta forma, Lee destaca que futuros investimentos no Bitcoin criarão um novo ciclo de altas. Ele prevê que, conforme a criptomoeda for se fortalecendo e criando mais confiança dentro do mercado, em pouco tempo seu valor dobrará dos 10 mil para os 20 mil dólares. Em seguida, a continuidade de seu movimento pode fazer com que alcance os 50 mil dólares, com tendências apontando aos 100 mil dólares. Por fim, a última parada do ativo para ele é nos 200 mil dólares.

Uma realidade possível?

Sem dúvidas, a previsão de Bobby Lee é bastante ousada. Em seu novo empreendimento, o negociante e analista quer fazer a sua parte para fortalecer ainda mais o Bitcoin. A intenção de sua startup é permitir que qualquer pessoa consiga negociar mais facilmente o ativo, de forma que possa contribuir com o seu crescimento de forma significativa.

Mas será que isto é o suficiente? Para muitos analistas, pelo menos no presente momento é difícil de acreditar no otimismo de Lee. O comportamento do Bitcoin é bastante instável, e nos próximos dias as perspectivas são mistas. É possível que o preço da criptomoeda oscile tanto em altas quanto em baixas, apesar de setembro estar sendo um bom mês para o ativo de forma geral. Assim sendo, o posicionamento de Bobby Lee continua apenas uma especulação.

O Bitcoin neste momento

Mesmo enfrentando uma sequência de dias pouco otimistas, o Bitcoin parece ter revertido seu quadro de queda nesta quinta-feira (12), pelo menos até o presente momento. Com um esforço do criptomercado, o valor atual do ativo está com um aumento de cerca de 1,4%, na casa dos 10.300 dólares. Como ainda não se sabe o que pode acontecer nas próximas horas, investidores seguem de olho em seu comportamento com máxima atenção.

Para mais informações, acesse:

Site: https://bitpreco.com
Facebook: https://www.facebook.com/BitPreco/
Twitter: https://twitter.com/BitPreco
Instagram: https://www.instagram.com/bitpreco/

Fonte: News Today.